Please reload

Notícias Recentes

Águas termais têm efeito relaxante também em macacos

07.05.2018

 

 

 

Com um território cheio de montanhas e florestas, o Japão é um habitat perfeito para primatas como

os macacos. Macaca fuscata é o nome da espécie que habita o arquipélago japonês. Esses símios nipônicos são conhecidos pela resistência ao frio que costuma ser rigoroso em boa parte da Terra do Sol Nascente.

 

Um dos locais onde se pode observar primatas selvagens bem de perto é o Parque Jigokudani, que fica na província de Nagano, no centro do Japão. Como boa parte do arquipélago japonês, o parque é rico em águas termais, que são utilizadas pelos primatas humanos como forma de relaxamento e para combater o frio congelante da região que costuma registrar temperaturas de até 10 graus negativos no inverno.

 

E parece que não é só a gente que faz isso. Os símios que vivem em Jigokudani parecem ser os únicos primatas além de nós a se banharem em águas termais. Nem macacos da mesma espécie que vivem em outras regiões do país fazem isso. A pesquisadora brasileira Rafaela Takeshita, do Primate Research Institute da Universidade de Kyoto, foi tentar entender esse comportamento dos macacos do Jigokudani e estudar os efeitos e das águas termais no corpo dos bichinhos. Ao que parece, até nisso os símios não negam que são nossos parentes. Confira a entrevista. 

 

De onde veio o seu interesse pelo estudo com macacos?

Comecei meus estudos com macacos durante o curso de graduação em Medicina Veterinária, pela Universidade Federal Rural da Amazônia. Já tinha tido experiência com animais de companhia e de produção mas, ao ter contato com primatas, percebi que, apesar de o Brasil ter inúmeras espécies, inclusive muitas ameaçadas de extinção, o número de estudos relacionados à biologia e fisiologia de primatas ainda é muito limitado. Além disso, os primatas não humanos são nossos parentes mais próximos. E tenho bastante interesse em aprender sobre a evolução das espécies.

 

E como surgiu o interesse específico na questão das águas termais como aliviadoras do estresse nos macacos japoneses?

Na verdade, o objetivo geral do projeto em questão foi compreender de que forma hormônios do estresse são afetados pelo ambiente (estação do ano, temperatura), fatores biológicos (idade, gestação, lactação) e pelo comportamento (conflitos, hierarquia) etc. Ao começar a observar os animais daquele grupo, percebi o quanto eles parecem relaxados quando usam as águas termais. E como esse hábito comportamental é único do grupo de Jigokudani, decidi coletar dados adicionais desse comportamento para investigar se as águas termais influenciam os níveis de estresse no âmbito hormonal.

 

Como nós humanos, as macacas também gostam de uma catagem.

É assim que se formam laços dentro do grupo.

(foto: Roberto Maxwell)

 

Quem são os macacos que vivem no Parque Jigokudani? Quantos deles vivem lá? Como é a organização de grupo que eles têm por lá?

Os macacos do Parque Jigokudani são chamados de macacos-japoneses, ou macacos-da-neve. Seu nome científico é Macaca fuscata. Eles receberam essa denominação porque são a única espécie de primatas não humanos originalmente do Japão e uma das poucas espécies que tem contato com a neve. O grupo é constituído por aproximadamente 160 indivíduos, em sua maioria fêmeas, pois os machos tendem a emigrar para outros grupos. A sociedade dos macacos-japoneses é caracterizada por uma organização hierárquica. Então todos os indivíduos tem uma posição determinada.

 

Os macacos-japoneses costumam se banhar em águas termais numa situação natural ou é uma coisa que é específica dos bichos que vivem em Jigokudani?

Não é um comportamento comum entre os macacos em geral. Já ouvi falar que alguns indivíduos da espécie macaco-de-cauda-longa foram observados se banhando em águas termais naturais por um curto período mas não há evidências ou relatórios científicos sobre esse fato.

 

Como foi exatamente a metodologia para analisar a influência das águas termais no estresse dos macacos do parque?

Eu coletei dados de comportamento de 12 fêmeas para determinar quando elas entram nas águas termais e quando não entram. Para medir os níveis de estresse, coletei amostras fecais para determinar os níveis de glucocorticóides, hormônios do estresse.

 

Que resultados você encontrou? 

Durante o inverno, os níveis de estresse são 20% mais baixos quando as fêmeas se banham nas águas termais do que quando elas não se banham.

 

 As fêmeas são a maioria dentre os macacos do Parque Jigokudani.

(foto: Roberto Maxwell)

 

Podemos dizer que as águas termais têm, em termos de relaxamento, o mesmo efeito em humanos e macacos?

Sim. Há estudos em humanos demonstrando que a frequente utilização de águas termais reduz níveis de estresse e melhora a qualidade do sono.

 

Parece que as macacas dominantes usaram mais as águas termais que as demais. Há uma disputa pelo espaço? Ou todos podem usar ao mesmo tempo e em iguais condições?

As posições na hierarquia são bem estabelecidas. Fêmeas em posições mais baixas evitam ao máximo a proximidade de fêmeas dominantes. Ou seja, fêmeas em posições mais altas têm a prioridade em usar águas termais.

 

Humanos usam as águas termais também para se socializar. É possível observar comportamento semelhante nos macacos?

Sim. É muito comum observar o comportamento de grooming (catagem) nas águas termais. É o comportamento de afiliação mais comum nessa espécie.

 

O parque é muito visitado pelos humanos. O que nós podemos fazer para não incomodar demais os macacos do parque?

É importante respeitar o espaço dos animais e manter uma distância apropriada ao observá-los. As regras do parque são bem claras: não tocar os animais, não alimentá-los e não olhar diretamente nos seus olhos, já que eles interpretam isso como uma ameaça.

 

Saiba mais

Conheça o Parque Jigokudani e o Shibu Onsen, uma estância de águas termais vizinha ao parque.

 3:19 | Shibu Onsen e Jigokudani

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
RSS Feed
RSS Feed
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 por Direto do Japão/Roberto Maxwell. Todos os direitos reservados.