Please reload

Notícias Recentes

Itoh Dining by Nobu: alta gastronomia na serra

22.01.2018

 

Hakone é uma cidade nas montanhas da província de Kanagawa, a menos de 2 horas de Tóquio. A localidade é uma conhecida estância de águas termais, que atrai turistas japoneses e estrangeiros ao longo de todo o ano. Isso ocorre porque, diferente de outros locais com características semelhantes, Hakone decidiu apostar na diversificação: além dos banhos, a cidade tem museus de arte de alto nível, uma belíssima paisagem natural com vista para o Monte Fuji e elegantíssimos ryokan, as pousadas tradicionais japonesas, onde ficam banhos para todos os gostos e bolsos. 

 

É muito natural, então, que o próximo passo da cidade seja a alta gastronomia. Estâncias de águas termais no Japão costumam ser lugares monótonos à noite e isso obriga os visitantes a jantar nos próprios ryokan, o que não é uma má ideia. Essas pousadas investem em ingredientes e pratos locais e tradicionais, tudo com um toque bem generoso do famoso omotenashi, a hospitalidade japonesa.

 

No entanto, ainda que comer num ryokan seja uma experiência imperdível, existe espaço para novas experiências gastronômicas na cidade. Um dos poucos restaurantes que vêm ocupando esse espaço é o Itoh Dining by Nobu, em Gora, o ponto final do trem que sobe a serra, o Hakone Tozan. Os mais aficcionados por gastronomia já devem estar se perguntando se o Nobu do nome do restaurante é o homem... Sim, é.

 

 

Nobu Matsuhisa talvez seja o chef japonês mais influente no contexto da gastronomia internacional. Apesar dele próprio não se ver associado ou particularmente influenciado por isso, podemos dizer que foi ele um dos caras que revelou para o mundo o conceito da culinária nikkei, a miscigenação entre as tradições gastronômicas da colônia japonesa no Peru e a riquíssima cozinha ancestral do país. Bem, esse mesmo Nobu dá seu nome ao restaurante e atua como uma espécie de colaborador no empreendimento do chef Keisuke Itoh.

 

O restaurante funciona no estilo teppan-yaki, ou seja, o preparo das carnes e de alguns outros ingredientes, é feito numa chapa. A especialidade da casa é o wagyu, a carne bovina marmorizada japonesa de excelente qualidade, que aparece aqui na sua versão mais badalada, o kobe beef. Mas não é só o ingrediente de primeira que faz do Itoh Dining by Nobu um restaurante que vale a pena ser visitado. São os preparos, em especial dos acompanhamentos e molhos, que fazem toda a diferença.

 

Desde as entradas, é delicado e minucioso o cuidado na construção dos sabores, como se sente na sopa de grão de trigo sarraceno com legumes e cogumelos, que leva um toque de yuzu; ou na salada de vegetais frescos da região com katsuobushi (flocos de bonito), temperada com um delicioso molho de ume, a ameixa japonesa. Outro molho igualmente soberbo é o que acompanha a carne, com seu balanço cuidadoso e impactante de pasta de soja missô, wasabi e pimenta-do-reino. O resultado leva a carne a outro patamar. Um wagyu é sempre uma boa iguaria a ser degustada. A alquimia de sabores criada para acompanhar a carne é que é o grande negócio.

 

Quem não come carne bovina não fica a ver navios. No nosso almoço, foi servido o karasu-karei, um peixe de carne branca com textura macia e excelente balanço de sabores. Tanto o peixe estava muito bem grelhado quanto o molho de missô e yuzu e os acompanhamentos (lascas de gengibre e baby corn) tinham equilíbrio e maestria. Finalizando o menu do almoço, folhas de torta delicadas e crocantes sob um delicioso sorvete de leite coberto com uma espuma de mascarpone que termina com um toque frisante, aquele de bolinhas na língua, como quando você toma bebida gaseificada. Que grata surpresa!

 

 

Tudo isso é entregue em pratos muito bem montados, dentro de uma atmosfera elegante, num ambiente cercado de verde e, no nosso caso especial, da neve que caía com a chegada de uma forte frente fria ao país. Irresistível.

 

 

Hakone é um dos pontos mais belos do Japão para se ver o Monte Fuji, uma das paisagens mais cobiçadas do país. Por este e outros motivos, é um dos locais a se visitar quando se vem ao Japão. E entre um passeio de barco com vista privilegiada no Lago Ashi, as obras de Picasso no Hakone Open Air Museum e um banho de águas termais é preciso fazer uma refeição no Itoh Dining by Nobu.

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
RSS Feed
RSS Feed
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 por Direto do Japão/Roberto Maxwell. Todos os direitos reservados.