Please reload

Notícias Recentes

Saiba quais são as três atitudes que mais irritam os passageiros de trem no Japão

19.12.2017

 

Trens super lotados são uma realidade do Japão que o mundo inteiro conhece. No horário de rush, milhões de pessoas usam o transporte ferroviário em grande cidades como Tóquio e Osaka. Apesar disso, os trens japoneses costumam ser silenciosos, organizados e relativamente pontuais. Ainda assim, uma viagem de trem nos horários de pico podem ser fonte de alguns aborrecimentos. Por isso, a Associação das Companhias Ferroviárias Privadas do Japão realizou uma enquete em seu site para saber o que mais incomoda os usuários durante uma viagem de trem.

 

Inicialmente, pediu-se aos usuários que citassem três comportamentos irritantes que eles costumavam ver nos trens. "Conversas altas e grunhidos" foi lembrado por 33,2% dos participantes. Nos trens japoneses, o único falatório que se escuta comumente são os anúncios dos condutores da composição. Falar em telefones celulares é uma proibição respeitada pela grande maioria dos usuários. Além disso, mesmo quem viaja acompanhado costuma conversar baixo e quem está sozinho dificilmente puxa assunto com estranhos. Celulares e, mais raramente, livros são a distração principal dos trens japoneses. Por isso, quem fala alto acaba chamando atenção e, claro, irritando os demais passageiros.

 

O "modo de sentar" (31,3%) apareceu como a segunda causa de maior irritação entre os participantes da enquete. Aqui, a causa principal são os abusadinhos que se esparramam pelos assentos ou colocam bolsas e mochilas nos lugares que poderiam estar sendo usados por outros passageiros. Com muita gente saindo do trabalho para viagens de mais de uma hora até suas casas, não conseguir sentar no trem já é um problema por si só. A irritação é ainda maior quando a razão de se viajar em pé é alguém que usa o espaço de forma errada.

 

Bolsas, mochilas e outros pacotes foram a terceira razão mais citada pelos respondentes da enquete. Para 29,8%, grandes volumes carregados no trem na hora do rush são uma irritação constante. Como acontece em vários outros lugares do mundo, os trens japoneses possuem um espaço acima dos assentos para colocar malas e objetos. Mas os trens andam lotados nos horários de pico e o acesso a esses bagageiros nem sempre é possível. Com tão poucos casos de furtos registrados, muitas pessoas carregam as mochilas e bolsas consigo sem medo e causando a fúria dos dos demais.

 

O Japão tem uma malha ferroviária de pouco mais de 27 mil quilômetros que transporta quase 7 trilhões e 330 bilhões de passageiros por ano. O país é conhecido por ter o metrô (o de Tóquio) e algumas das estações ferroviárias mais movimentadas do mundo.

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
RSS Feed
RSS Feed
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 por Direto do Japão/Roberto Maxwell. Todos os direitos reservados.