Kumano Kodo: fé e natureza nas montanhas


Kii é a maior península do Japão e guarda também uma rede de caminhos de peregrinação cujos registros datam do século 11. Conhecidas como Kumano Kodo, essas rotas nas montanhas englobam três províncias — Mie, Wakayama e Nara — e interligam três grandes santuários sagrados do xintoísmo: Kumano Hayatama Taisha, Kumano Hongu Taisha e Kumano Nachi Taisha.

Os templos — conhecidos como Kumano Sanzan — e as rotas de peregrinação, incluindo o trajeto dentro do Rio Kumano, foram tombadas como Patrimônio do Humanidade pela UNESCO em 2004 e atraem turistas do mundo todo em busca de uma experiência de fé e do contato com a natureza.

Para muitos turistas e visitantes, o ponto de entrada das rotas sagradas da Península de Kii é a estação de Shingu, linha Kisei da JR West, a qual fica à beira-mar e bem próxima da foz do Rio Kumano. Há poucos minutos dela ficam o Kumano Hayatama Taisha e o Kamikura Jinja, dois dos espaços mais sagrados da região.

</